COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISAR

DNA na Gravidez


Antecipe seu exame de DNA


DNA na Gravidez Tradicional
a partir de R$ 1.049,00


Exame de DNA não invasivo
R$ 4.999,00


Os dois tipos de exames


As gestantes que possuem dúvida sobre a paternidade do futuro bebê já conseguem desde a gravidez sanar esta incerteza.
Nosso laboratório disponibiliza duas opções à gestante para realizar o exame de DNA na gravidez. São elas: o exame de DNA na gravidez tradicional e o teste de DNA na gravidez não invasivo.
As maiores diferenças entre os métodos são o preço, prazo e a maneira pela qual o material de análise é coletado. O exame de DNA na gravidez tradicional é mais barato e fica pronto mais rápido, porém, a coleta é feita por meio de procedimento invasivo realizado por ginecologista.
Já o teste de DNA não invasivo é mais caro e demora mais tempo para ficar pronto. Contudo, a coleta é exatamente igual a um exame de sangue convencional, ou seja, não há nenhum procedimento invasivo para a mãe.

Dúvida comuns sobre o exame de DNA na gravidez


Como funciona o exame de DNA tradicional?

Para a gestante realizar o exame de DNA na gravidez pelo método tradicional, o ginecologista de sua confiança ou indicado pelo laboratório coletará o material que envolve o feto, chamado de líquido amniótico ou uma pequena fração da placenta chamada de vilo corial. A escolha do material a ser coletado depende do tempo de gestação.

A coleta no ginecologista é segura?

A coleta do material gestacional realizada por um ginecologista é um procedimento invasivo, ou seja, o médico por meio de uma punção irá retirar uma pequena amostra de material biológico que se encontra dentro do corpo da gestante. Por esta razão não se trata de procedimento inócuo e oferece risco menor que 1% à gestação.

Quando a gestante já pode fazer?

Pelo método não invasivo, a gestante pode realizar a coleta a partir de 11 semanas completas. Entre a 12ª e a 15ª semana de gestação, é possível se fazer a coleta do vilo corial (material placentário) e a partir da 16º semana, é coletado somente o líquido amniótico (líquido que envolve o feto). Nosso laboratório aconselha a coleta de vilo corial somente em últimas circunstâncias, pois tanto a análise laboratorial quanto a coleta no ginecologista são procedimentos mais complexos.

Qual valor do teste de DNA tradicional?

O preço para as coletas de sangue da gestante e do suposto pai, feitas presencialmente em nossas unidades, é R$599,00 mais o valor da coleta feita pelo ginecologista, que pode variar em função de sua região e da idade gestacional. Em São Paulo, por exemplo, nosso ginecologista parceiro nos cobra R$450 por coleta em gestantes com 16 semanas ou mais, o que totaliza o valor do exame em R$1049,00 (incluindo coleta do ginecologista). Para confirmar o valor em sua cidade, entre em contato.

Como é a coleta pelo método não invasivo?

A coleta do exame de DNA não invasivo é extremamente simples de ser realizada. A coleta do suposto pai é feita através de um furo no dedo, semelhante ao teste de diabetes. Já a gestante coletará amostra de sangue intravenoso, da mesma maneira como normalmente se é feito nos exames laboratoriais convencionais. Assim, não há nenhum procedimento invasivo para a gestante.

Como funciona o teste não invasivo?

O teste de DNA na gravidez não invasivo analisa milhares de fragmentos de DNA do feto que estão disponíveis no sangue da gestante.
Fazendo o uso de uma tecnologia moderna, estes fragmentos de DNA fetal são isolados do sangue materno e analisados para se obter dessa maneira o perfil genético do bebê.

Por que o exame custa tão caro?

Infelizmente o exame não invasivo ainda é de alto custo, pois a tecnologia utilizada na análise é patenteada e, portanto, mais cara.
Além disso, a análise dos dados genéticos passa por um elaborado tratamento de bioinformática, o que contribui ainda mais para o encarecimento deste exame em especial.