COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISAR

Sad-depressed-man-by-Raimo-Papper-1

Mapeamento das variantes genéticas que aumentam o risco de depressão pode ajudar a desenvolver novos tratamentos

A depressão afeta mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo. Pessoas que sofrem desta condição costumam apresentar perda de apetite,  concentração e energia, bem como alterações de humor, do sono e em seus relacionamentos. Dentre os indivíduos com depressão grave, 3% cometem tentativas de suicídio. De acordo com a Organização Mundial da Saúde,

pre-natal

A importância da genética durante a gravidez: além do pré-natal

No momento em que se constata a gravidez, a gestante inicia um processo de acompanhamento médico que visa garantir a sua saúde e a do bebê, conhecido como pré-natal. Consultas, exames e avaliações físicas são realizadas para detectar possíveis problemas que possam afetar o bebê ou seu desenvolvimento durante a gestação, garantindo o bem-estar da criança e da gestante,

slide2_1600_600

Genética e saúde: entenda um pouco mais sobre os diagnósticos por exames genéticos

Um procedimento simples para uma análise profunda

Pode ser que a expressão “exame genético” lhe assuste ou deixe confuso. No entanto, não há motivo para isso. A realização de um exame genético, em geral, se parece muito à de exames de rotina. Na maioria das vezes, os exames são feitos com sangue periférico,

Mulher exame ultrassom

Menino ou menina? As diversas técnicas usadas pela humanidade ao longo da história

No instante em que se tem a confirmação da gravidez, é muito comum que instantaneamente venha a pergunta “é menino ou menina?”. Atualmente é bem simples ter essa resposta já nas primeiras semanas de gestação, mas nem sempre foi assim. No passado, guiadas por sacerdotes, escribas, cirurgiões-barbeiros e pelas experiências prévias de outras mulheres, as futuras mamães faziam uso de técnicas que hoje em dia parecem loucura.

Itália na Europa

DNA de italianos permite identificar a evolução nas diferentes localidades do país

O BiGea, grupo de Antropologia Molecular e Adaptação Humana da Universidade de Bolonha, publicou um estudo demonstrando que o DNA dos italianos se diferencia de acordo com a região do país em que vivem. Foram analisadas 800 pessoas de 20 províncias da Itália, sendo obtidas mais de 500 mil variações genéticas, o que permitiu identificar a adaptação às diferentes regiões geográficas e condições climáticas e também a história demográfica do país.

Fundamentals Of Caring

Como a tecnologia Crispr pode revolucionar o tratamento de doenças genéticas

Pela primeira vez, cientistas são capazes de manipular nosso DNA de forma prática e barata, abrindo portas para uma gama de novos estudos genéticos nas áreas de medicina e biotecnologia. Avanços recentes em engenharia genética dão início a uma revolução, na qual pesquisadores não só terão acesso à mais informações sobre os mecanismos de funcionamento do DNA e de doenças genéticas,

shelby valint

Como o sequenciamento de DNA salvou a vida de crianças

O avanço tecnológico das metodologias de análise do DNA permitiu um aumento significativo, em qualidade e em quantidade, das pesquisas científicas que estudam as causas das doenças hereditárias.  Esse avanço permitiu que várias doenças que, antes, resultavam em sofrimento e dúvidas, pudessem ser diagnosticadas e, em alguns casos, tratadas de modo a permitir uma melhor qualidade de vida às pessoas acometidas por elas.